08/10/10

Estudando a Bíblia livro por livro: O Livro de Levítico

Levítico, o livro das Leis

Autor
O Livro de Levítico é o terceiro livro das Escrituras Hebraicas do AT e também do Pentateuco, atribuídos a Moisés. Em 1.1, o texto se refere à palavra do Senhor, que foi proferida a Moisés do tabernáculo da assembléia; isso forma a base de todo este livro das Escrituras. Os sacerdotes e levitas preservaram seu conteúdo.

Data
Os sábios datam o Livro de Levítico da época das atividades de Moisés (datando mais antigamente no séc. XV a.C. e a última alternativa no séc. XII a.C.) até a época de Esdras, durante o retorno (séc.VI a.C.). A aceitação da autoria mosaica para Levítico dataria sua escrita por volta de 1445 a.C. O livro descreve o sistema de sacrifícios e louvor que precede a época de Esdras e relembra a instituição do sistema de sacrifícios. O livro contém pouca informação histórica que forneceria uma data exata.
Em hebraico, o Livro de Levítico recebeu o nome de Vayikra, que significa “E ele chamou”. O título hebraico é tirado da primeira palavra do livro, que era uma forma costumeira de dar nome às obras antigas. O título “Levítico “ é derivado da versão grega da obra e significa “assuntos pertencentes aos levitas”. O título é um pouco enganoso, uma vez que o livro lida com muito mais assuntos relacionados à pureza, santidade, todo o sacerdócio, a santidade de Deus e a santidade na vida cotidiana. A palavra “santo” aparece mais de oitenta vezes no livro.
O terceiro livro bíblico registra como os israelitas foram libertos do Egito, receberam a Lei de Deus e construíram o Tabernáculo, segundo o modelo determinado por Deus e termina quando o Santo vem habitar no tabernáculo recém construído.
Contém as leis que Deus deu a Moisés durante os dois anos entre o término do Tabernáculo (Ex 40:17) e a partida de Israel do monte Sinai (Nm 10:11)


PROPÓSITO
O terceiro livro do Pentateuco foi escrito para instruir os israelitas e seus mediadores sacerdotais acerca do seu acesso a Deus por meio do sangue expiado e para expor o padrão divino da vida santa que deve ter o povo escolhido por Deus.

I.                   Leis referentes às ofertas -  caps. 1-7
Os sacrifícios foram instituídos como meios pelos quais o povo pudesse manifestar sua adoração a Deus.

a)      O holocausto significava a inteira consagração a Deus. A palavra hebraica para holocausto significa “aquilo que sobe” para Deus. Era um sacrifício que estava completamente queimado. Nada dele era comido, e então o fogo consumia o sacrifício inteiro.
b)      A oferta pacífica, que era comida em parte pelo sacerdote e em parte pelo ofertante, mostrava a comunhão com o seu Deus.
c)      A oferta de majares ou de cereais, constituída de farinha, pães ou grãos, representava a oferta de uma dádiva ao Senhor de tudo, em reconhecimento a sua bondade.
d)     Por meio da oferta pelo pecado, o israelita manifestava tristeza, ou arrependimento do pecado e o desejo de perdão e purificação.
e)      A oferta pela culpa era dada no caso de ofensas que exigissem a restituição.


II.                Leis referentes ao sacerdócio – caps. 8-10

Os capítulos 8 a 10 registram a consagração de Arão, seus filhos e a sua iniciação no ofício sacerdotal.

a)      As cerimônias da consagração de Arão e seus filhos para o sacerdócio incluíram a lavagem com água, o vestir-se de roupas sacerdotais, a unção com óleo, a oferta e a aspersão de sangue.
b)      O capítulo 9 descreve o serviço do sacerdote.
c)      O capítulo 10 descreve a falta de Nadabe e Abiú, filhos de Arão, que em vez de usarem fogo tirado do altar, usaram fogo comum para queimar o incenso. Deus, então, tomando-os como exemplo para a nação, destruiu-os pelo fogo.

III.             Leis referentes à purificação -  caps. 11-22

A santidade da nação de Israel envolvia:

a)       Alimento santo -  cap. 11
b)      Corpos santos -  12-14.32
c)      Lares santos – 14.33-57
d)     Costumes santos – cap. 15
e)      Santidade renovada anualmente – cap. 16
f)       Culto santo – 17.1-16
g)      Moralidade santa – cap. 18
h)      Costumes e vestuários santos – caps. 19-22

IV.             Leis referentes às festas -  caps. 23-24
a)      Sábado (23.1-3). Esse dia pode ser considerado como o dia da festa semanal dos israelitas, no qual descansavam de todos os seus trabalhos e se reunião para o culto


FESTAS BÍBLICAS
ANTIGO TESTAMENTO
NOVO TESTAMENTO
PESSACH = PÁSCOA (Lv. 23:5)
Festa da Páscoa
REDENÇÃO (I Co. 5:7)
MATZOT = ASMOS (Lv. 23:6)
Festa dos Pães Asmos
SANTIFICAÇÃO (I Co.5:8)
HABICURIM = PRIMÍCIAS (Lv. 23:9)
Festa das Primícias
RESSURREIÇÃO (I Co.15:20)
SHAVUOT = SEMANAS (Lv.23:15,16)
Festa das Semanas
PENTECOSTES (At.2:1; 20:16; ICo.16:8)
SHOFAROT = TROMBETAS (Lv. 23:24)
ARREBATAMENTO (ICo.15:51,52; ITs.4:16,17)
Reagrupamento de Israel
YOM HAKIPURIM = DIA DA EXPIAÇÃO
Dia da Expiação (Lv.23:27)
REDENÇÃO DE ISRAEL (Dn.9:24; Zc.12:10 a 14; Rm.11:26,27)
SUCOT = TABERNÁCULOS (Lv.23:34)
Festa dos Tabernáculos ou Festa da Colheita
MILÊNIO (Zc.13:1,2; 14:17,18; Ap.20:1-6; 21:3; Ex.23:16,17; Mt.13:30)
Fonte: Teologia Sistemática
Direitos Autorais: Luiz Antonio Ferraz, 1997. Sexta-feira, 3 de janeiro de 1997. Última revisão: Quinta-feira, 1º de maio de 1997.



V.                Leis referentes à terra -  caps. 25-27
a)      O ano do descanso -  25.1-7
b)      O ano do jubileu – 25.8-13
c)      Recompensa e castigo – cap. 26
d)     Votos.
O ano do jubileu era um ano sabático celebrado de cinquenta em cinquenta anos, a começar do Dia da Expiação. Nesse tempo, dava-se a terra o descanso do cultivo; todas as dívidas eram perdoadas, todos os escravos hebreus eram postos em liberdade e todas as propriedades eram restituídas aos seus proprietários primitivos.
O propósito do jubileu era o de evitar a escravidão perpétua dos pobres e o acúmulo de riquezas pelos ricos e também o de preservar a distinção entre tribos e suas possessões. Foi nesse ano que Cristo proclamou como “o ano da graça do Senhor” (Lucas 4.19) e que Pedro chamou de “tempo em que Deus restaurará todas as coisas” (At 3.21).

Por: Anderson Cruz

Um comentário:

lucianavitorio.12 disse...

achei o estudo muito interessante e proveitoso.E acho que precisamos aprwender mais de Deus....

Voê frequenta a Escla Bíblica de sua Igreja?

Você acredita que Jesus vai voltar?

O Rio de Janeiro é:

É verdade que pelo PL 122 um pastor não poderá se recusar a fazer um casamento homossexual?

Você vai à MARCHA PARA JESUS NO RIO DIA 4 DE JUNHO?

Você gostaria de estudar com um material didático 100% cristão?

Ads 468x60px

Featured Posts

http://servolider.blogspot.com/2011/08/discipulado-cristao-chave-para-explosao.html
http://i53.tinypic.com/28717qw.jpg

Pesquise

Carregando...

Copyright Text